sábado, 29 de dezembro de 2012

Entrevista com um Ex-Vampiro

William Schnnoebelen, um dos maiores nomes do mundo no combate ao satanismo, numa das maiores entrevistas já realizadas e jogadas no ar da história: nada mais, nada menos que 9 horas de duração! Nove horas onde Schnoebelen reafirma tudo o que já vimos e ouvimos em seus livros e palestras, porém repleto de detalhes inéditos, bem como outros relatos jamais revelados até então.

Em um certo momento, Schnnoebelen afirma que existe um filme clássico de terror no qual, ao contrário do que muitos pensam, sua principal cena de possessão demoníaca não foi uma encenação, mas sim uma canalização legítima ocorrida em pleno set de gravação.

Parte 1:


Parte 2:


Parte 3:



segunda-feira, 26 de novembro de 2012

CÓDIGO DE MATEMÁTICA BÍBLICA

Um milagre Literário...


No grande jornal "SUN" de Nova York, apareceu uma carta de um leitor com conteúdo especial. Nesta, um cético, chamando-se Mr. W. R. Laughlin desafiava um crente da Bíblia que trouxesse de uma vez por todas fatos ao público, que provassem que a Bíblia seria de fato a Palavra de Deus. Então o matemático e lingüista, Dr. Ivan Panin publicou o seguinte artigo, que apareceu no mesmo jornal "SUN" como resposta à carta do leitor contestante:

Prezado Senhor Redator, Na edição do seu jornal de hoje, desafia o senhor W.R. Laughlin a um defensor da fé cristã, para subir ao palco e lhe trazer "fatos". Aqui estão alguns: 
Os primeiros 17 versículos do Novo Testamento contém a genealogia de Jesus Cristo. Esta genealogia separa-se em duas partes: Os versículos de 1-11 contém as gerações de Abraão, pai do povo judaico, até o exílio babilônico, quando os judeus pararam, deixando de ser uma nação autônoma. Nos versículos 12 a 17 temos a genealogia do exílio até Cristo. 
Nos primeiros 11 versículos que são usados ao todo 49 palavras diferentes, que são sete vezes sete (7X7). Destas, 42 (6X7) são substantivos e as outras sete não são substantivos. Dos 42 substantivos, 35 (5X7) são nomes próprios, e os sete restantes são substantivos comuns. Destes 35 nomes próprios, 28 (4X7) são antecedentes masculinos de Jesus, e os sete restantes não. No alfabeto grego estas 49 palavras se agrupam conforme suas primeiras letras da seguinte maneira: De Alpha até Epsilon tem 21 (3X7) De Beta até Kappa tem 14 (2X7) De Mi até Chi tem 14 (2X7). 
Estas 49 palavras deu todo 266 letras, ou seja (38X7). Estas se agrupam de novo no alfabeto em grupos de sete, que dizem as palavras que iniciam com: Alpha até Gamma tem 84 (12X7) letras. Delta tem 7 (1X7) letras. Epsilon até Zeta tem de 21 (3x7) letras. Tsêta até Jota tem 70 (10X7) letras. Kappa até Mi tem 21 (3X7) letras. Mmi tem 7 (1X7) letras. Omikron até Phi tem 49 (7X7) letras. Chi tem 7 (1X7) letras. 
Disto resulta que toda esta genealogia foi construída no plano artístico de grupos de sete. Voltemos para a genealogia ao todo. Eu não quero cansar os leitores com todas curiosidades numéricas que estão aqui, isto iria ocupar várias páginas de seu jornal.Somente uma coisa característica quero ainda destacar: 
Os gregos não tinham números, mas usavam para isto suas letras. Assim Alpha era igual a 1, Beta igual a 2, desta maneira toda palavra grega tem um certo valor numérico, que resulta da adição do valor de cada letra. Agora a genealogia completa, contém 72 palavras. Se somarmos todos os valores destas 72 palavras temos a soma de 42.364 (6.952X7). Estes (6.952X7) não são jogados de qualquer maneira no alfabeto, mas de novo em grupos de sete palavras, que começam com o Alpha e Beta com valor total de 9.821 (1.405X7). Assim sendo, não são somente os onze primeiros versículos desta genealogia, mas tudo é construído sob o plano minucioso de 7
Outro traço: As 72 palavras aparecem em 90 formas diferentes. Se as tomarmos esses valores teremos um total de 54.075 (7.725X7), e está novamente distribuída em grupos de 70 diversas letras do alfabeto, precisamente em grupos de sete. 
O Sr. Laughlin deve se sentar uma vez e tentar fazer um tratado, com mais ou menos 300 palavras, tão compreensível como essa genealogia e nisto incluir algumas características numéricas aqui descritas. De boa vontade vamos lhe dar um mês de tempo para a experiência. Mateus provavelmente não demorou uma semana para escrever a genealogia. Isso significa: 
Um anel dentro do outro. No parágrafo seguinte do primeiro capítulo, nos versículos 18 a 25, é relatado o nascimento de Jesus, contém 161 palavras (23X7). São usados 77 diferentes palavras (11X7) que aparecem em 105 formas diferentes (15X7). O anjo que falou com José, utiliza 28 das 77 palavras (4X7) e deixa 49 (7X7) sem usar. Das 105 formas o anjo só usa 35 (5X7), e 70 (10X7) ele não usa. No alfabeto estas 77 palavras novamente se encontram em grupos de 7, como também nas suas 105 formas, como também na frequência do aparecimento das 161 palavras ao todo. A soma dos valores numéricos das 77 palavras dá 52.605 (7.515X7), a soma das formas dá 65.429 (9.347X7), com agrupamentos de sete correspondentes de maneiras diferentes. Outro fato é que a mensagem do anjo forma o seu próprio sistema de 7, fazendo disso um anel dentro do outro, uma roda dentro da roda. Se o Sr. Laughlin puder escrever uma história semelhante com 160 palavras e com sistema semelhante de grupo de sete no valor numérico das letras e palavras, então ele se distingue. De boa vontade vamos dar-lhe 2 meses de tempo para que ele experimente. Mateus provavelmente não gastou mais do que duas semanas para isso. Harmonia completa.

O segundo capítulo do evangelho de Mateus relata a meninice de Jesus. São usadas 161 palavras (23X7), que são usadas em 238 formas diferentes (34X7). Elas contêm 896 letras (128X7), com um valor numérico de 123.529 (17.647X7) enquanto os 238 formas tem um valor de 166.985 (23.855X7). Se tratássemos disto em particular iríamos cansar-lhe. Neste capítulo temos quatro parágrafos lógicos, dos quais cada um novamente apresenta as mesmas características numéricas como o capítulo todo. Assim temos nos primeiros 6 versículos o número de 56 palavras (8X7). Nelas são apresentados vários discursos, o de Herodes, o dos magos e o do Anjo Gabriel. As características numéricas destes discursos são tão manifestas, que embora, de certo modo, cada uma em si é perfeita e mesmo assim fica em harmonia com o todo.

Se o Sr. Laughlin poder escrever um capítulo dessa maneira que em mais ou menos 500 palavras apresente um tão grande número de cálculo tecidos um ao outro e assim mesmo sendo análogos, digamos então num prazo de cinco anos, esperaremos. Suponhamos que Mateus não gastou, mais do que um ano. Um milagre Literário. Entre todas as centenas de parágrafos no evangelho de Mateus, não encontramos nenhum que não os caracterize por esta descrição numérica. Só que em cada novo parágrafo aumenta a dificuldade de combinação e construção, e isto não em progresso aritmético, mas potencial. Porque Mateus entende, escrevendo seus parágrafos de uma maneira que ele continuamente constrói novas combinações numéricas, tanto naquilo que já foi escrito como daquilo com que segue. Assim, por exemplo, ele consegue usar no seu último capítulo, precisamente sete novas palavras, que ele não usou antes em todo o seu evangelho. Ele também usa exatamente 140 palavras, isto é (20X7), que não existem em todo o Novo Testamento. Sendo assim, fica muito fácil para calcular, e que o Sr. Laughlin precisaria de ao menos uns 100 anos para poder escrever um livro semelhante a Mateus. Quanto tempo Mateus trabalhou no seu, não sabemos mas ele conseguiu terminar entre o ano 30, depois de Cristo ter sido crucificado - porque ele não poderia começar antes nem depois do anos 70 em que foi destruída Jerusalém, visto que faz referência a esta destruição e isto nos leva a crer que era um homem sensato. Ora, o fato é certo que ele fez referências a esta destruição, e isto simplesmente também significa um milagre. Sendo assim ele se apresenta para nós como um Gênio Lliterário-Matemático, que antes nunca houve, nem igual ou parecido, o que é totalmente inexplicável. 
Este é o primeiro dos fatos que queremos dar ao Sr. Laughlin para que reflita e pense alguns minutos a respeito. Um outro fato ainda mais curioso e importante do que já foi dito vamos mencionar, é este que Mateus usa 140 palavras (20X7) que não se acham em todo o resto do Novo Testamento. A pergunta se impõe, como poderia este homem saber que Marcos, Lucas, João, Tiago, Pedro, Judas e Paulo não usariam estas palavras? Se não levarmos em consideração as seguintes hipóteses é totalmente impossível ter sido escrito como o foi: Ou Mateus tinha combinado isto antes com todos eles; ou, ele tinha todo o resto do Novo Testamento na sua frente antes de começar a escrever; ou então, do Novo Testamento todo, deve ter sido o evangelho de Mateus o livro que foi escrito por último. Entretanto, nenhuma hipótese satisfaz. Como pode isto ser humanamente possível?
  Vemos que o acontece no evangelho de Marcos é também um milagre literário e matemático igual ao de Mateus. E de conformidade com o mesmo princípio pelo qual descobrimos que Mateus sem falta tinha que ter escrito por último, também é certo que Marcos tem que ter feito o mesmo. Isso quer dizer, que sem dúvida Marcos só pode ter escrito após Mateus. Mas agora ainda temos que dizer que o evangelho de Lucas apresenta exatamente as mesmas características como de Mateus e Marcos, e do mesmo modo João, Tiago, Pedro, Paulo e Judas. Assim não temos somente dois gênios literários-matemáticos milagrosos e nunca vistos, mas oito, e cada um deles tem escrito somente depois do outro. E isso não é tudo. Como Lucas e Pedro tem escrito cada um dois livros do Novo Testamento, João 5 e Paulo 13 ou 14, terá que se comprovar que cada um só por ter sido escrito após todos os outros. Dessa mesma forma pode ser comprovado que das 537 páginas do texto grego (edição de Westcott e Host) também tem que ter sido escrito por último, assim como também cada parágrafo, dos quais aparecem muitos várias vezes numa página só. As mesmas características estão em tudo e não existe possibilidade humana para explicar isto. Oito homens impossivelmente podem ter escrito cada um por último, 27 livros, 537 páginas e milhares de parágrafos? Como também é impossível ter sido escrito cada um após outro, sendo que cada um é o último. 
Imaginemos entretanto, que um único Espírito dominante ordenava tudo, então o problema é solucionado de modo bem simples e natural, tão fácil como uma equação algébrica. Isto portanto, significa uma expressão verbal de cada Jota ou Til do Novo Testamento. Só quero acrescentar ainda que do mesmo modo podemos provar e comprovar de que o texto hebraico do Antigo Testamento foi também inspirado literalmente.

Traduzido de: "DER UNS DEN SIEG GIBT", pags. 97-106; de FRIEDHELM KÖNIG. Artigo acima, extraído do livro "DER UNS DEN SIEG GIBT", é do cientista Dr. Ivan Panin, nascido na Rússia, estudou mais tarde na Alemanha, e depois nos EUA na universidade de Haward. Foi um gênio matemático bem como um lingüista. Na idade de de 85 anos ele apresentou fatos científicos, que tem  deixado o mundo estarrecido. Os manuscritos originais de sua obra somam quase 40.000 páginas, nas quais ele trabalhou durante uns 50 anos de 12 a 18 horas diárias.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Injeção pode criar andróide biologico?

Esse vídeo é impressionante, mostra artigos e documentos evidenciando um sinistro plano por detrás da criação de vacinas e doenças pelas super elites que querem dominar o planeta, restringindo os recursos naturais, as coisas somente para um "punhado" de pessoas. Domínio mundial sempre esteve nas mentes de grandes poderosos, isso jamais mudou. Apenas se tornou mais sangrendo e mais sinistro.




segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Tragédia e Silêncio: Morte coletiva de índios



(Transcrição do video acima:) Nas últimas semanas, além do futebol de sempre, dois assuntos ocuparam as manchetes: o julgamento do chamado "mensalão" e, em São Paulo, o programa de combate a homofobia, grotescamente apelidado de "Kit Gay". Quase nenhuma importância se deu a uma espécie de testamento de uma tribo indígena. Tribo com 43 mil sobreviventes.

A justiça federal decretou a expulsão de 170 índios na terra em que vivem atualmente. Isso no município de Iguatemi, no Mato Grosso do Sul, à margem do Rio Hovy. Isso diante de silêncio quase absoluto da chamada Grande Mídia. (Eliane Brum trata do assunto no site da revista Época). Há duas semanas, numa dramática carta-testamento, os Kaiowá-Guarani informaram:
-Não temos e nem teremos perspectiva de vida digna e justa tanto aqui, na margem do rio, quanto longe daqui. Concluímos que vamos morrer todos.

Estamos sem assistência, isolados, cercados de pistoleiros, e resistimos até hoje. Comemos uma vez por dia.


Em sua carta-testamento os Kaiowá/Guarani rogam:
- Pedimos ao Governo e à Justiça Federal para não decretar a ordem de despejo/expulsão, mas decretar nossa morte coletiva e enterrar nós todos aqui. Pedimos para decretar nossa extinção/dizimação total, além de enviar vários tratores para cavar um grande buraco para jogar e enterrar nossos corpos. Este é o nosso pedido aos juízes federais.

Diante dessa história dantesca, a vice-procuradora Geral da República, Déborah Duprat, disse: "A reserva de Dourados é talvez a maior tragédia conhecida da questão indígena em todo o mundo". 
Em setembro de 1999 estive por uma semana na reserva Kaiowá/Guarani, em Dourados. Estive porque ali já acontecia a tragédia. Tragédia diante do silêncio quase absoluto. Tragédia que se ampliou, assim como o silêncio. Entre 1986 e setembro de 1999, 308 índios haviam se suicidado. Índios com idade variando dos 12 aos 24 anos. 

Suicídios quase sempre por enforcamento, ou veneno. Suicídios por viverem confinados em reservas cada vez menores, cercados por pistoleiros ou fazendeiros que agiam, e agem, como se pistoleiros fossem. Suicídio porque viver como mendigo ou prostituta é quase o caminho único para quem deixa as reservas.

Italianos e um brasileiro fizeram um filme-denúncia sobre a tragédia. No Brasil, silêncio quase absoluto: Porque Dourados, Mato Grosso, índios... isso está muito longe. Isso não dá Ibope, não dá manchete. Segundo o Conselho Indigenista Missionário, o índice de assassinatos na Reserva de Dourados é de 145 habitantes para cada 100 mil. No Iraque, esse índice é de 93 pessoas em cada 100 mil.

Desde 1999, quando estive em Dourados com o fotógrafo Luciano Andrade, outros 555 jovens Kaiowá/Guarani se suicidaram no Mato Grosso do Sul. Sob aterrador e quase absoluto silêncio. Silêncio dos governos e da Mídia. Um silêncio cúmplice dessa tragédia.

sábado, 15 de setembro de 2012

Projeto Blue Beam

A grande manipulação de ologramas do projeto blue beam a fim de enganar os habitantes da terra.




terça-feira, 11 de setembro de 2012

Que teu alimento seja teu remédio

"Que teu alimento seja teu remédio, que teu remédio seja o alimento." Hipócrates 

No ano de 1931 um cientista recebeu o prêmio Nobel por descobrir a CAUSA PRIMÁRIA DO CÂNCER! Se a causa foi descoberta, por que ainda não descobriram a cura?

Dr. Otto Heinrich Warburg (1883-1970). Prêmio Nobel em 1931 por sua tese "A causa primária e a prevenção do câncer" Bioquímico e fisiologista alemão nascido em Freiburg, Baden, agraciado com o Prêmio Nobel em Fisiologia ou Medicina (1931) pela descoberta da natureza e da ação da enzima respiratória. Filho do físico Emil Warburg, que foi Presidente do Physikalische Reichsanstalt, Wirklicher Geheimer Oberregierungsrat, foi educado em Freiburg. Estudou química com o grande Emil Fischer, com o qual ganhou o grau de doutor em química na Universidade de Berlim (1906) e, depois, o de doutor em medicina na de Heidelberg (1911), sob orientação de Von Krehl. Ele serviu na Guarda de Cavalaria prussiana durante Primeira Guerra Mundial e (1918). Depois da guerra, foi nomeado o professor de Biologia (1913-1970) no Instituto Kaiser Wilhelm, hoje Instituto Max-Planck de Biologia, Berlim-Dahlem, e ficou famoso pelas pesquisas em processos de oxidação em células vivas, particularmente em células do câncer. Criou com sucesso um método de medição da quantidade de oxigênio absorvido por um tecido celular vivo (1923), o que foi de grande importância, mais tarde, para pesquisas em processos de metabolismo de tecido cancerosos. Também tornou-se diretor do Instituto Max Planck Institute de Fisiologia Celular, em Berlim (1931), fundado um ano antes, onde pesquisou sobre a natureza e ação de enzimas envolvendo respiração e fermentação e morreu solteiro em Berlim. Entre outras publicou obras como Stoffwechsel der Tumoren (1926), Katalytische Wirkungen der lebendigen Substanz (1928), Schwermetalle als Wirkungsgruppen von Fermenten (1946), Wasserstoffübertragende Fermente (1948), Mechanism of Photosynthesis (1951), Entstehung der Krebszellen (1955) e Weiterentwicklung der zellphysiologischen Methoden (1962). Entre outros, também foi Foreign Member da Royal Society, London (1934) e sócio das Academias de Ciências de Berlim, Halle, Copenhagen, Roma e India, e doctor honoris causa da Oxford University (1965). http://www.nobel.se/

Segundo este cientista, o câncer é a conseqüência de uma alimentação antifisiológica e um estilo de vida antifisiológico. Por quê?... Porque uma alimentação antifisiológica - dieta baseada em alimentos acidificantes + sedentarismo, cria em nosso organismo um ambiente de ACIDEZ. A ACIDEZ por sua vez, EXPULSA o OXIGÊNIO das células!

Ele afirmou: "A falta de oxigênio e a acidez são as duas caras de uma mesma moeda: quando você tem um, você tem o outro.” Ou seja, se você tem excesso de acidez, então automaticamente falta oxigênio em seu organismo! Outra afirmação interessante: "As substâncias ácidas repelem o oxigênio; em oposto, as substâncias alcalinas atraem o oxigênio.” Ou seja, um ambiente ácido, sim ou sim, é um ambiente sem oxigênio. E ele afirmava que: "Privar uma célula de 35% de seu oxigênio durante 48 horas, pode convertê-la em cancerígena.”

Ainda segundo Warburg: "Todas as células normais tem como requisito absoluto o oxigênio, porém as células cancerosas podem viver sem oxigênio - uma regra sem exceção." E também: "Os tecidos cancerosos são tecidos ácidos, enquanto que os saudáveis são tecidos alcalinos."

Em sua obra "O metabolismo dos tumores", Warburg demonstrou que todas as formas de câncer se caracterizam por duas condições básicas: a acidose (acidez do sangue) e a hipoxia (falta de oxigênio). Também descobriu que as células cancerosas são anaeróbias (não respiram oxigênio) e NÃO PODEM sobreviver na presença de altos níveis de oxigênio; em troca, sobrevivem graças a GLICOSE, sempre que o ambiente está livre de oxigênio... Portanto, o câncer não seria nada mais que um mecanismo de defesa que tem certas células do organismo para continuar com vida em um ambiente ácido e carente de oxigênio.

Resumindo: Células sadias vivem em um ambiente alcalino e oxigenado, o qual permite seu normal funcionamento: Células cancerosas vivem em um ambiente extremamente ácido e carente de oxigênio.

IMPORTANTE: Uma vez finalizado o processo da digestão, os alimentos de acordo com a qualidade de proteína, hidrato de carbono, gordura, minerais e vitaminas que fornecem, gerarão uma condição de acidez ou alcalinidade no organismo. Ou seja, depende unicamente do que você come!

O resultado acidificante ou alcalinizante se mede através de uma escala chamada PH, cujos valores se encontram em um nível de 0 a 14, sendo PH 7, um PH neutro. É importante saber como os alimentos ácidos e alcalinos afetam a saúde, já que para que as células funcionem de forma correta e adequada, seu PH deve ser ligeiramente alcalino. Em uma pessoa saudável, o PH do sangue se encontra entre 7,40 e 7,45. Leve em conta que se o ph sanguíneo caísse abaixo de 7, entraríamos em estado de coma, próximo a morte.

Então, o que temos a ver com tudo isto? Vamos ao que interessa!!
ALIMENTOS QUE ACIDIFICAM O ORGANISMO:

  • Açúcar refinado e todos os seus subprodutos - o pior de tudo: não tem proteínas, nem gorduras, nem minerais, nem vitaminas, só hidrato de carbono refinado, que pressiona o pâncreas. Seu PH é 2.1, ou seja, altamente acidificante 
  • Leite de vaca e todos os seus derivados - queijos, requeijão, iogurtes, etc. 
  • Sal refinado 
  • Farinha refinada e todos os seus derivados - massas, bolos, biscoitos, etc. 
  • Produtos de padaria - a maioria contém gordura saturada, margarina, sal, açúcar e conservantes - 
  • Margarinas 
  • Refrigerantes - 
  • Cafeína - café, chás pretos, chocolate 
  • Álcool 
  • Tabaco 
  • Remédios, antibióticos 
  • Qualquer alimento cozido - o cozimento elimina o oxigênio e o transforma em ácido - inclusive as verduras cozidas. 
  • Tudo que contenha conservantes, corantes, aromatizantes, estabilizantes, etc.       
        Enfim: todos os alimentos enlatados e industrializados. Constantemente o sangue se encontra autorregulando-se para não cair em acidez metabólica, desta forma garantindo o bom funcionamento celular, otimizando o metabolismo. O organismo DEVERIA obter dos alimentos, as bases (minerais) para neutralizar a acidez do sangue na metabolização, porém todos os alimentos já citados, contribuem muito pouco, e em contrapartida, desmineralizam o organismo (sobretudo os refinados).
Há que se levar em conta que no estilo de vida moderno, estes alimentos são consumidos pelo menos 3 vezes por dia, os 365 dias do ano!!! Curiosamente, todos estes alimentos citados, são ANTIFISIOLÓGICOS! Nosso organismo não foi projetado para digerir toda essa porcaria! 

ALIMENTOS ALCALINIZANTES:
  • Todas as verduras cruas (algumas são ácidas ao paladar, porém dentro do organismo tem reação alcalinizante, outras são levemente acidificantes, porém trazem consigo as bases necessárias para seu correto equilíbrio); cruas produzem oxigênio, cozidas não. 
  • Frutas, igualmente as verduras. Por exemplo: o limão tem um PH aproximado de 2.2, porém dentro do organismo tem um efeito altamente alcalinizante (quem sabe o mais poderoso de todos). Não se deixe enganar pelo seu gosto ácido, ok? As frutas produzem quantidades saudáveis de oxigênio! 
  • Sementes: além de todos os seus benefícios, são altamente alcalinizantes, como por exemplo, as amêndoas. 
  • Cereais integrais: O único cereal integral alcalinizante é o milho, todos os demais são ligeiramente acidificantes, porém muito saudáveis! Lembre-se que nossa alimentação ideal necessita de uma porcentagem de acidez (saudável). Todos os cereais devem ser consumidos cozidos. 
  • O mel é altamente alcalinizante. 
  • A clorofila das plantas (de qualquer planta) é altamente alcalinizante (sobretudo a aloe vera, mais conhecida como babosa). 
  • Á água é importantíssima para a produção de oxigênio. "A desidratação crônica é o estressante principal do corpo e a raiz da maior parte de todas as enfermidades degenerativas", afirma o Dr. Feydoon Batmanghelidj. 
  • O exercício oxigena todo teu organismo, o sedentarismo o desgasta. 
Não é preciso dizer mais nada, não é? O Doutor George w. Crile, de Cleverand, um dos cirurgiões mais importantes do mundo declara abertamente: “Todas as mortes mal chamadas "naturais", não são mais que o ponto terminal de uma saturação de ácidos no organismo”. Como dito anteriormente, é totalmente impossível que um câncer prolifere em uma pessoa que libera seu corpo da acidez, nutrindo-se com alimentos que produzam reações metabólicas alcalinas e aumentando o consumo de água pura; e que por sua vez, evita os alimentos que produzem acidez, e se abstém de elementos tóxicos. 

Da esquerda para a direita: Muito Ácido, Pouco Acido, Pouco Alcalino, Muito Alcalino 

Em geral o câncer não se contrai nem se herda o que se herda são os costumes alimentícios, ambientais e o estilo de vida. Isto sim é que produz o câncer. Mencken escreveu: “A luta da vida é contra a retenção de ácidos”. "O envelhecimento, a falta de energia, o stress, as dores de cabeça, enfermidades do coração, alergias, eczemas, urticária, asma, cálculos renais e arterioscleroses entre outros, não são nada mais que a acumulação de ácidos." 

O Dr. Theodore A. Baroody disse em seu livro Alkalize or Die (Alcalinizar ou Morrer): "Na realidade não importa o sem-número de nomes de enfermidades.O que importa sim é que todas elas provém da mesma causa básica: muito lixo ácido no corpo!" O Dr. Robert O. Young disse: "O excesso de acidificação no organismo é a causa de todas as enfermidades degenerativas. Quando se rompe o equilíbrio e o organismo começa a produzir e armazenar mais acidez e lixo tóxico do que pode eliminar, então se manifestam diversas doenças.” 

E A QUIMIOTERAPIA? 
Não vou entrar em detalhes, somente me limito a enfatizar o óbvio: a quimioterapia acidifica o organismo a tal extremo, que este recorre às reservas alcalinas do corpo de forma imediata para neutralizar tanta acidez, sacrificando assim bases minerais (Cálcio, Magnésio, Potássio) depositadas nos ossos, dentes, articulações, unhas e cabelos. É por esse motivo que se observa semelhante degradação nas pessoas que recebem este tratamento, e entre tantas outras coisas, se lhes cai a grande velocidade o cabelo. Para o organismo não significa nada ficar sem cabelo, porém um PH ácido significaria a morte

É necessário dizer que isto não é divulgado porque a indústria do câncer (leia-se indústria alimentícia + indústria farmacêutica) e a quimioterapia são alguns dos negócios mais multimilionários que existem hoje em dia! É necessário dizer que a indústria farmacêutica e a indústria alimentícia são uma só entidade! Você se dá conta do que significa isto? Quanto mais gente doente, mais a indústria farmacêutica no mundo vai lucrar! E pra fabricar tanta gente doente, é necessário muito alimento lixo, como a indústria alimentícia tem produzido hoje no mundo, ou seja, um produz pra dar lucro ao outro e vice-versa, é uma corrente. Esta é uma equação bem fácil de entender, não é? 

Quantos de nós temos escutado a notícia de alguém que tem câncer e sempre alguém diz: "É... poderia acontecer com qualquer um..." Com qualquer um ? Agora que você já sabe, o que você vai fazer a respeito? A ignorância justifica, o saber condena. "Que teu alimento seja teu remédio, que teu remédio seja o alimento." Hipócrates

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

'Ponto Deus' no Cérebro

"A ciência começa o novo milénio com descobertas que apontam para um terceiro quociente, o da inteligência espiritual."

No iní­cio do século 20, o QI era a medida definitiva da inteligência humana. Só em meados da década de 90, a descoberta da inteligência emocional mostrou que não bastava o sujeito ser um génio se não soubesse lidar com as emoções. A ciência começa o novo milénio com descobertas que apontam para um terceiro quociente, o da inteligência espiritual. Ela nos ajudaria a lidar com questões essenciais e pode ser a chave para uma nova era no mundo dos negócios.



Drª Danah Zohar 
Drª Danah Zohar – Oxford

No livro QS – Inteligência Espiritual, lançado no ano passado, a fí­sica e filósofa americana Dana Zohar aborda um tema tão novo quanto polémico: a existência de um terceiro tipo de inteligência que aumenta
os horizontes das pessoas, torna-as mais criativas e se manifesta em sua necessidade de encontrar um significado para a vida. Ela baseia seu trabalho sobre Quociente Espiritual (QS) em pesquisas só há pouco
divulgadas de cientistas de várias partes do mundo que descobriram o que está sendo chamado “Ponto de Deus” no cérebro, uma área que seria responsável pelas experiências espirituais das pessoas.
O assunto é tão atual que foi abordado em recentes reportagens de capa pelas revistas americanas Neewsweek e Fortune. Afirma Danah: “A inteligência espiritual . Vivemos numa cultura espiritualmente estúpida, mas podemos agir para elevar nosso quociente espiritual”.

Aos 57 anos, Dana vive em Inglaterra com o marido, o psiquiatra Ian Marshall, co-autor do livro, e com dois filhos adolescentes. Formada em fí­sica pela Universidade de Harvard, com pós-graduação no
Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), ela atualmente leciona na universidade inglesa de Oxford. É autora de outros oito livros, entre eles, O Ser Quântico e A Sociedade Quântica, já traduzidos para português. QS – Inteligência Espiritual já foi editado em 27 idiomas, incluindo o português (no Brasil, pela Record). Dana tem sido procurada por grandes companhias interessadas em desenvolver o quociente
espiritual de seus funcionários e dar mais sentido ao seu trabalho. Ela falou à EXAME em Porto Alegre durante o 300º Congresso Mundial de Treinamento e Desenvolvimento da International Federation of Training and Development Organization (IFTDO), organização fundada na Suécia, em 1971, que representa 1 milhão de especialistas em treinamento em todo omundo. 


Eis os principais trechos da entrevista: 
O que é inteligência espiritual?
É uma terceira inteligência, que coloca nossos atos e experiências num contexto mais amplo de sentido e valor, tornando-os mais efetivos. Ter alto quociente espiritual (QS) implica ser capaz de usar o espiritual para ter uma vida mais rica e mais cheia de sentidoadequado senso de finalidade e direcção pessoal. O QS aumenta nossos horizontes e nos torna mais criativos. É uma inteligência que nos impulsiona. É com ela que abordamos e solucionamos problemas de sentido e valor. O QS está ligado à necessidade humana de ter propósito na vida. É ele que usamos para desenvolver valores éticos e crenças que vão nortear nossas acções.

De que modo essas pesquisas confirmam suas ideias sobre a terceira inteligência?
Os cientistas descobriram que temos um “Ponto de Deus” no cérebro, uma área nos lobos temporais que nos faz buscar um significado e valores para nossas vidas. É uma área ligada à experência espiritual.
Tudo que influência a inteligência passa pelo cérebro e seus prolongamentos neurais. Um tipo de organização neural permite ao homem 
realizar um pensamento racional, lógico. Dá a ele seu QI, ou
inteligência intelectual. Outro tipo permite realizar o pensamento associativo, afectado por hábitos, reconhecedor de padrões, emotivo. É o responsável pelo QE, ou inteligência emocional. Um terceiro tipo permite o pensamento criativo, capaz de insights, formulador e revogador de regras. É o pensamento com que se formulam e se transformam os tipos anteriores de pensamento. Esse tipo lhe dá o QS, ou inteligência
espiritual.


Qual a diferença entre QE e QS?
É o poder transformador. A inteligência emocional me permite julgar em que situação eu me encontro e me comportar apropriadamente dentro dos limites da situação. A inteligência espiritual me permite perguntar se quero estar nessa situação particular. Implica trabalhar com os limites da situação. Daniel Goleman, o teórico do Quociente Emocional, fala das emoções. Inteligência espiritual fala da alma. O quociente espiritual tem a ver com o que algo significa para mim, e não apenas como as coisas afectam minha emoção e como eu reajo a isso. A espiritualidade sempre esteve presente na história da humanidade.


Dana Zohar identificou dez qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes. Segundo ela, essas pessoas: 
1. Praticam e estimulam o autoconhecimento profundo

2. São levadas por valores. São idealistas
3. Têm capacidade de encarar e utilizar a adversidade
4. São holísticas
5. Celebram a diversidade
6. Têm independência
7. Perguntam sempre “por quê?”
8. Têm capacidade de colocar as coisas num contexto mais amplo
9. Têm espontaneidade
10.Têm compaixão


Fonte

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Novo código penal: proposta completamente anticristã

Código Penal: sacerdotes e evangélicos na defesa dos valores cristãos

01 Setembro 2012

 Aborto, liberação da maconha, gayzismo, e, na prática, a legalização da pedofilia, com a proposta sobre o consentimento para práticas sexuais a partir dos 12 anos.

O novo Código Penal, tal como o governo do PT deseja aprovar, nada mais é do que a lista de perversões defendidas pela Nova Esquerda, anticristã por definição, transformada em lei. No dia 30 de agosto de 2012, Padre Paulo Ricardo esteve no Senado Federal, juntamente com o Padre Berardo Graz, o Padre Luis Carlos Lodi, o Sr. Paulo Fernando, Prof. Felipe Nery e Profª Janaína, a fim de discutir as propostas de mudança para o novo Código Penal. Além de participar da sessão pública e falar ao Senador Pedro Taques (PDT-MT), Padre Paulo Ricardo e os demais reuniram-se também com o Senador Gim Argello, líder do PTB e o Senador Renan Calheiros, líder do PMDB, entre outros senadores.

A eles, expuseram a impossibilidade de uma apreciação digna e de uma votação condizente com a vontade da população brasileira das propostas para o novo Código Penal no prazo exíguo de trinta dias, além de outros pontos específicos que causam estranheza e rejeição, como a descriminalização do aborto, a liberação da maconha, o consentimento sexual a partir dos 12 anos de idade (que liberaria a pedofilia), entre outros.

O senador Pedro Taques (PDT-MS) informou nesta quinta que o prazo para a apresentação de emendas ao projeto do novo Código Penal que acabaria no próximo dia 5 foi prorrogado para 5 de outubro. A dilatação desse cronograma foi comemorado pelos deputados e senadores da Frente Parlamentar Evangélica embora a maioria acredite que novas prorrogações, dentro do Regimento do Senado, ainda deverão ocorrer.

A Frente se reuniu em caráter extraordinário com o senador Taques e levou a ele uma série de preocupações com as mudanças propostas no novo Código, além do tempo curto para debatê-las. O senador Magno Malta (PR-ES) listou a descriminalização do aborto e a liberação do consumo da maconha, além da diminuição para o consentimento para relações sexuais de 14 para 12 anos (na prática o que libera a pedofilia) e a criminalização da chamada homofobia como os principais itens do projeto que incomodam o povo cristão brasileiro.

O encontro da Frente Parlamentar Evangélica reuniu mais de 30 líderes e pastores de diversas denominações do país, além de procuradores da República e juristas cristãos. O senador Pedro Taques afirmou que é de seu papel de relator "ouvir mais do que falar" e pediu que os líderes cristãos presentes dissessem a ele o que mais os preocupa. Coube ao senador Magno Malta elencar então os pontos mais danosos do projeto.

Veja o que disse o senador Magno:

Aborto

"Não vamos negociar esse tema. Para mim e alguns senadores, não negociaremos a vida. Não atentaremos contra a natureza de Deus. Não seremos acintosos contra Deus. Se há um ser respirando dentro de um útero, se há sangue no cordão, se esse feto respira, se esse feto tem deficiências, Deus sabe o porque desse feto ter problemas. Falo em nome dessa rede cristã , daqueles que acreditam na vida. A proposta contida no projeto do novo código é horrorosa. Precisa ter sangue no olho para prescrever a morte de um feto. Quando os juristas falaram que isso foi amplamente debatido, foi debatido com quem? Os que debateram pensam o mesmo que eles. Precisamos de um texto que proteja a vida e não que estabeleça uma cultura de morte no Brasil."

Drogas

"A quem interessa a legalização da maconha no Brasil? Sabemos que estamos enfrentando o tabaco. Uma vez legalizada a maconha, os que vendem legalmente o tabaco vão querer vendar a maconha industrializada. A maconha causa dependência do sistema nervoso central, produz câncer de faringe, impotência sexual, desequilibra o individuo. É possível um professor em sala de aula fumar maconha? É possível um piloto de avião usar mamconha? É possível contratar uma babá maconheira?Se a lei como querem passar será possível. A legalização só beneficia o traficante, que vai virar um atravessador de pequenas quantidades da droga. Não se acaba com esse drama do consumo protegendo o consumidor. Se acaba acabando com o consumo"

Homofobia

"Querem criminalizar a sociedade por uma divida que ela não tem. Programas de TV como O Pânico, Zorra Total, eles podem fazer o que quiserem com os gays. Mas vai dizer que é pecado para ver... Se você não aluga uma casa para um homossexual, você irá preso por 5 anos? Se você pede para um casal homossexual parar de se beijar em frente a tua casa, você terá de ir preso?"

Consentimento sexual aos 12 anos.

"O sujeito abusa de uma menina de 11 anos e 11 meses e 20 dias. Até aí é criminoso. Mas depois de 12 anos, tudo bem? Pode fazer o que quiser que não é crime? Com essa proposta vão legalizar a pedofilia no país. Os pedófilos estarão livres para agir com crianças de 12, 13 anos".

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Instalando no público um estado de insegurança histérica


JÁ NOTARAM?
 
Olavo de Carvalho - 23 Agosto 2012

  Vocês já notaram que, de uns anos para cá, a simples opinião contrária ao casamento gay, ou à legalização do aborto, passou a ser condenada sob o rótulo de "extremismo", como se casamentos homossexuais ou abortos por encomenda não fossem novidades chocantes, revolucionárias, mas sim práticas consensuais milenares, firmemente ancoradas na História, na natureza humana e no senso comum, às quais realmente só um louco extremista poderia se opor?
 
Já notaram que o exibicionismo sexual em praça pública, as ofensas brutais à fé religiosa, a invasão acintosa dos templos, passaram a ser aceitos como meios normais de protesto democrático por aquela mesma mídia e por aquelas mesmas autoridades constituídas que, diante da mais pacífica e serena citação da Bíblia, logo alertam contra o abuso "fundamentalista" da liberdade de opinião?

Já notaram que o simples ato de rezar em público é tido como manifestação de "intolerância", e que, inversamente, a proibição de rezar é celebrada como expressão puríssima da "liberdade religiosa"? (Se não notaram, vejam em http://andrebarcinski.blogfolha.uol.com.br/2012/08/15/brasil-e-ouro-em-intolerancia/.)

Já notaram que, após terem dado ao termo "fundamentalista" uma acepção sinistra por sua associação com o terrorismo islâmico, os meios de comunicação mais respeitáveis e elegantes passaram a usá-lo contra pastores e crentes, católicos e evangélicos, como se os cristãos fossem os autores e não as vítimas inermes da violência terrorista no mundo?

O que certamente não notaram é que a transição fácil dos epítetos do gênero "extremista" e "fundamentalista" para o de "terrorista" já ultrapassou até mesmo a fase das mutações semânticas para se tornar um instrumento real, prático, de intimidação estatal.
 
Não o notaram porque nunca foi noticiado no Brasil que, nos EUA, qualquer cristão que se oponha ao aborto ou contribua para campanhas de defesa de seus correligionários perseguidos é tido pelo Homeland Security, ao menos em teoria, como alvo preferencial para averiguações de "terrorismo" (é só ver http://touchstonemag.com/merecomments/2012/07/big-sibling-janet-napolitano-may-be-looking-for-you/), embora o número de ações terroristas cometidos até agora por esse tipo de pessoas seja, rigorosamente, zero.
 
Em contrapartida, qualquer sugestão de que as investigações deveriam tomar como foco principal os muçulmanos ou os esquerdistas – autores da maioria absoluta dos atentados no território americano – é condenada pelo governo e pela mídia como "hate speech".

Nenhum membro do Family Research Council tinha jamais atirado em ninguém, nem esmurrado, nem sequer xingado quem quer que fosse, quando a ONG esquerdista South Poverty Law Center colocou aquela organização conservadora na sua "Hate List". Quando um fanático gayzista entrou lá gritando slogans anticristãos e dando tiros em todo mundo, nem um só órgão de mídia chamou isso de "crime de ódio".

Em todos esses casos, e numa infinidade de outros, a estratégia é sempre a mesma: quebrar as cadeias normais de associação de ideias, inverter o senso das proporções, forçar a população a negar aquilo que seus olhos veem e a enxergar, em vez disso, aquilo que a elite iluminada manda enxergar.

Não, não se trata de persuasão. As crenças assim propagadas permanecem superficiais, saindo da boca para fora enquanto as impressões que as negam continuam entrando pelos olhos e ouvidos. O que se busca é o contrário da persuasão genuína: é instilar no público um estado de insegurança histérica, em que a contradição entre o que se percebe e o que se fala só pode ser aplacada mediante o expediente de falar cada vez mais alto, de gritar aquilo que, no fundo, não se crê nem se pode crer. É um efeito calculado, uma obra de tecnologia psicológica.
 
Algum militante gayzista pode sinceramente crer que, num país com cinquenta mil homicídios por ano, cento e poucos assassinatos de homossexuais provem a existência de uma epidemia de ódio anti-gay? É claro que não.

Justamente porque não pode crê-lo, tem de gritá-lo. Gritá-lo para não se dar conta da farsa existencial em que apostou sua vida, e da qual depende para conservar seus amigos, seu bem protegido lugar na militância, sua falsa identidade de perseguido e discriminado numa sociedade que não ousa dizer contra ele uma só palavra. O militante ideal desses movimentos não é o crente sincero, mas o fingidor histérico. O primeiro consente em mentir em favor de suas crenças, mas conserva alguma capacidade de julgamento objetivo e pode, em situações de crise, transformar-se num perigoso dissidente interno. O histérico, em vez disso, não tem limites na sua compulsão de tudo falsificar. O militante sincero usa da mentira como um instrumento tático; para o histérico, ela é uma necessidade incontornável, uma tábua de salvação psicológica.
 
A inversão, mecanismo básico do modus pensandi “revolucionário”, é acima de tudo um sintoma histérico. É por isso que há décadas os movimentos revolucionários já desistiram da persuasão racional, perderam todo escrúpulo de honorabilidade intelectual e não se vexam de agitar aos quatro ventos bandeiras ostensivamente, propositadamente absurdas e autocontraditórias.
 
Eles não precisam de "verdadeiros crentes", cuja integridade causa problemas. Precisam de massas de histéricos, cheios da "passionate intensity" de que falava W. B. Yeats, prontos a encenar sofrimentos que não têm, a lutar fanaticamente por aquilo em que não creem, precisamente porque não creem e porque só a teatralização histérica mantém vivos os seus laços de solidariedade militante com milhares de outros histéricos.

sábado, 18 de agosto de 2012

União estável entre três pessoas é oficializada em cartório de Tupã, SP

Um homem e duas mulheres, que já viviam juntos na mesma casa há três anos, oficializaram a união em um cartório de notas de Tupã, SP.  A união dos três foi oficializada por meio de uma escritura pública de União Poliafetiva. A identidade do trio não foi divulgada pelo cartório.

De acordo com a tabelião que fez o registro, Cláudia do Nascimento Domingues, a escritura foi feita há 3 meses, mas, só se tornou pública nesta semana. “A declaração é uma forma de garantir os direitos de família entre eles. Como eles não são casados, mas, vivem juntos, portanto, existe uma união estável, onde são estabelecidas regras para estrutura familiar”, destaca.

O jurista Natanael do Santos Batista Júnior, que orientou o trio na elaboração do documento, explica que a escritura é importante no sentido assegurar os direitos no caso de separação ou morte de uma dos parceiros. "O documento traz regras que correspondem ao direito patrimonial no caso de uma fatalidade, nele eles se reconhecem como uma família, e dentro do previsto no código civil, é estabelecida a forma de divisão do patrimônio no caso de um dos parceiros falecer ou num caso de separação", destaca. O jurista afirma ainda que o documento é o primeiro feito no país.

"O objetivo é assegurar o direito deles como uma família, com esse documento eles podem recorrer a outros direitos, como benefícios no INSS, seria o primeiro passo. A partir dele, o trio pode lutar por outros direitos familiares", afirma.

O presidente da Ordem dos Advogados de Marília, Tayon Berlanga, também ressalta que o documento funciona como uma sociedade patrimonial, pontanto, não compreende todos os direitos familiares. “Ele dá direito ao trio no que diz respeito à divisão de bens em caso de separação e morte. No entanto, não garante os mesmo direitos que uma família tem de, por exemplo, receber pensão por morte ou conseguir um financiamento no banco, para a compra da casa própria por exemplo, ser dependente em planos de saúde e desconto de dependente na declaração do imposto de renda”, completa.

Para o jurista, o mais importante do registro da escritura de União Poliafetiva é a visibilidade de outras estruturas familiares. "É a possibilidade dos parceiros se relacionarem com outras pessoas sem que isso prejudique os envolvidos. A escritura visa dar proteção as relações não monogâmicas, além, de buscar o respeito e aceitação social dessa estrutura familiar", explica. Quanto à questão de filhos, Batista Júnior ressalta que a escritura não compreende direitos de filiação. "Essa uma questão jurídica, se há o interesse do registro de três pessoas na certidão de nascimento, a ação deve ser feita no campo judiciário".

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Big Brother no Brasil em 2013

OAB: rastreamento de veículos por chips nos para-brisas é inconstitucional


http://www.jb.com.br/pais/noticias/2012/08/13/oab-rastreamento-de-veiculos-por-chips-nos-para-brisas-e-inconstitucional/


13/08/2012

O presidente da OAB do Rio de Janeiro, Wadih Damous, afirmou hoje que a decisão do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) de rastrear a frota nacional de veículos por meio da instalação obrigatória de chips no para-brisas fere o artigo 50 da Constituição Federal que garante a inviolabilidade, a intimidade e a vida privada dos cidadãos. Ainda esta semana, Damous encaminhará um ofício ao Departamento Nacional de Trânsito solicitando a reconsideração da medida e, caso o órgão do Ministério das Cidades insista com o rastreamento, a OAB pretende entrar com uma ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal.

Damous explicou que não há motivo para sujeitar o cidadão a esse tipo de monitoramento do governo porque, segundo ele, há outras formas de monitorar a frota brasileira como, por exemplo, a instalação de câmeras de vigilância nas ruas, avenidas e rodovias do país. Pela resolução nº 412, que regulamenta o Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos (Siniav), divulgada na última sexta-feira, dia 10, haverá um monitoramento por antenas espalhadas por ruas e rodovias. Uma das supostas funções é reprimir o furto e o roubo de automóveis e cargas.
A partir de janeiro, os motoristas serão convocados pelo Detran para instalar a placa com o chip de rastreamento. Segundo o Denatran, o custo será de R$ 5, e o pagamento será feito com a taxa de licenciamento anual. Caso o veículo não tenha o equipamento, a antena não registrará a passagem e as autoridades policiais serão alertadas. A infração será grave (multa de R$ 127,69, com perda de cinco pontos na carteira), com retenção do veículo até a regularização.





sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Agora todo mundo é terrorista - Prepare-se!

Alex Jones discute as evidências que mostram como o ataque da Noruega segue perfeitamente o script de um ataque terrorista encenado.


O objetivo dos globalistas é propagar a ideia de que agora os terroristas são os brancos com visão política conservadora, de direita, associando-os com a imagem do suspeito norueguês Anders Behring Breivik. Agora, segundo os globalistas, pessoas de pele mais escura ou mulçumanos não são mais os principais suspeitos de terrorismo.

Esta operação psicológica, que está só começando a vir à tona, faz com que todo mundo desconfie de todo mundo, com que as pessoas fiquem bisbilhotando a vida alheia e que abram mão de seus direitos para o governo garantir sua segurança.

O momento também é muito oportuno, porque este evento põe pressão da opinião pública contra a oposição direitista americana, que está dificultando a vida de Obama, e contra parte da Europa, que está relutando em cair na armadilha dos banqueiros globalistas ladrões.





segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Plum Island: Ilha das experiências secretas

Plum Island, Massachusetts EUA. Ilha em que fazem experiências com animais, criam vírus injetando-os em mosquitos, carrapatos, espalhando na população. Construída pelo então recrutado dos EUA, Eric Traub ex-cientista nazista, que operava sob o comando de Himmler, Chefe da GESTAPO de Hitler na época da Alemanha Nazista. Sua especialidade era criar armas biológicas. Eric Traub não foi julgado pelo Conselho de Nuremberg após o nazismo, o EUA o recrutou, alegando que se não o recrutasse a então União Soviética o faria.


quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Criatura fruto de experiência genética?

A população de Nova York está espantada com um animal encontrado à beira do East River, na ilha de Manhattan. Com o corpo inchado e sem pelos, mandíbula proeminente e dedos humanóides vermelhos, a criatura encontrada morta foi apelidada de “Monstro de Manhattan”.


O 'Monstro de Manhattan' fotografado por Denise Ginley
As fotos do animal foram tiradas por Denise Ginley, que fazia uma caminhada pelo local. Apesar das feições estranhas, o bicho se parece com outra criatura, conhecida como “Monstro de Montauk”, que surgiu em 2008 na praia de Ditch Plains, noroeste de Nova York.


Especula-se que se trata de uma imensa ratazana ou de um porco assado – tese defendida pelo Departamento de Parques em Nova York. A fotógrafa amadora, no entanto, refuta a segunda hipótese, pois o animal não tem o casco fendido.


"Muitas pessoas estavam tirando fotos [do animal] ao mesmo tempo, e todos tinham uma opinião diferente sobre o que era”, contou Denise. "Curiosamente, não tinha mal cheiro, talvez por ter estado na água durante muito tempo”, afirmou.


Será a criatura uma versão americana do ‘chupa-cabras’?

Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/criatura-apelidada-de-%E2%80%98monstro-de-manhattan%E2%80%99-intriga-nova-york.html

domingo, 29 de julho de 2012

Atualizações de Israel: escudo antimísseis

Israel está atualizando seu escudo antimísseis "Arrow II" sobre os temores de possíveis ataques do Irã e da Síria.


A atualização do "Bloco 4 'está sendo instalada e implantada em todo o país, disse um funcionário da defesa israelense.

A Agência de Defesa dos EUA contra Mísseis e a Organização de Defesa de Israel Missile completaram um bem sucedido teste de rapidez do Bloco-4 em fevereiro.



A atualização, que tem estado em desenvolvimento há mais de quatro anos, goza de maior precisão e capacidade de interceptar mísseis ainda mais longe.

"É parte da corrida tecnológica na região", disse à Reuters, um funcionário israelense que não quis ser identificado devido à natureza polêmica do programa.

A atualização inclui melhorias no software da Arrow, conjunto de sensores, hardware e sistemas de comando e controle, disse o oficial ao jornal Haaretz.

Este desenvolvimento deve ser visto como parte das complexas relações geopolíticas entre Israel, Irã e Hezbollah, informou o jornal, citando "detalhes exclusivos" fornecido pelo Ministério da Defesa.

O anúncio veio um dia após o Irã reportar que testou com sucesso uma versão atualizada do seu Fateh-110(míssel balísticos de curto alcance).

Os EUA tem sido um investidor de longa data no desenvolvimento de mísseis de defesa de Israel. Empresas norte-americanas também ajudaram Israel na investigação e desenvolvimento para o sistema Arrow.

Para a sua assistência na subscrição do projeto, Washington está livre para desenhar em defesa de Israel mísseis tecnologicos para seu próprio uso, um funcionário israelense afirmou que: "A política do [israelense] Ministério da Defesa é fornecer todos os dados para os EUA, para a segurança dos EUA, incluindo os objetivos, interceptores, radares e de comando e controle ".

Israel agora está trabalhando numa tecnologia interceptadora ainda mais poderosa, conhecida como estilingue de Davi ou Varinha Mágica, que deverá ser implantada no próximo ano.


http://www.guerradeinformacoes.com/2012/08/atualizacoes-de-israel-escudo.html

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Liberdade Sexual Reflete a Escravidão

Na mesma semana em que veículos blindados foram vistos percorrendo as ruas de St. Louis, a cidade realizou seu depravado desfile sexual anual, o “Pridefest”. Enquanto somos condicionados a lutar por nossos “direitos sexuais” estamos cada vez mais perdendo nossos verdadeiros direitos.”

Por Alex
(henrymackow.com)

 Eu não consigo deixar de lembrar o que Aldous Huxley denominou de “ o amor à servidão ” e seus efeitos na sociedade.

Eu estou vendo cada vez mais dessa paixão pela escravidão conforme as semanas passam, mas digamos que acertou em cheio quando eu vi minha cidade, St. Louis, no Missouri ser assombrada pela aparição de veículos blindados e todos outros aparatos que vem junto com a lei marcial.

Naturalmente os cidadãos, em sua maioria, recusam-se a admitir essas ameaças e por esse motivo estão impossibilitados de resistir.
Eu acho que é importante apresentar outra citação de Huxley: “À medida que a liberdade política e econômica diminui, a liberdade sexual costuma aumentar como compensação. E o ditador vai se beneficiar em incentivar essa liberdade ”.

Eu mencionei essa citação porque na mesma semana em que veículos blindados foram vistos percorrendo as ruas de St. Louis, a cidade realizou seu depravado desfile sexual anual, o “ Pridefest ”.

Enquanto somos condicionados a lutar por nossos “ direitos sexuais ” estamos cada vez mais perdendo nossos verdadeiros direitos. Quantos meios de comunicação tradicionais são vistos promovendo a depravada agenda sexual? Em comparação, quantos transmitem sequer uma breve menção as inúmeras violações da nossa privacidade e de nossos direitos constitucionais, bem como o significado destas transgressões diárias?

Por que será que é permitido homens conduzirem um ao outro em coleiras e trajes de couro à vista de crianças, mas quando cidadãos lutam por seus direitos da 4ª emenda contra buscas e apreensões ilegais (e abuso sexual autorizado pelo governo) eles são marcados pelo martelo de ferro do sistema? 

Não é de admirar que o sadismo esteja expandindo-se. Tomemos, como exemplo, a extremamente popular série de livros pornográficos, “Cinquenta Tons de Cinza” – uma narrativa sinistra de uma mulher sujeitando-se sexualmente a um bilionário. 

Graças a popularidade da série, o mercado para mulheres interessadas em sadomasoquismo expandiu-se bastante. Mas esta série não pode ser reconhecida apenas como um tratado sobre a perversão.

É importante olhar também para a temática econômica e social, que é o símbolo de uma sociedade ignorante e endividada dependente da super-elite para todas as suas necessidades e preocupações. Esta submissão está acontecendo sem qualquer cuidado ou consideração do custo para nossas liberdades, dignidade ou  identidade humana.

Na continuação de seu romance, “Admirável Mundo Novo ”, Huxley iria escrever que o Marquês de Sade “ considerava-se o apóstolo da revolução verdadeiramente revolucionária, mais do que simplesmente politica e econômica – a revolução em diversos homens, mulheres e crianças, cujos corpos daqui em diante iriam tornar-se propriedade sexual comum a todos, de cujas mentes deveriam ser removidas de todos os pudores naturais, todas as restrições arduamente adquiridas da civilização tradicional. ”   

Em outras palavras, a revolução contra os fundamentos da nossa sociedade está ocorrendo em vários níveis, não somente em um determinado âmbito de nossa existência.
Não muito diferente da protagonista do sexo feminino, nós estamos nos submetendo aos controladores da elite da nossa sociedade.

Nota do Alex: Eu tenho que dar crédito ao tablóide radical de esquerda de St. Louis, “ Riverfront Times ”, por ser minha inspiração. Foram eles que sobrepuseram a dissonância cognitiva da presença de veículos blindados junto ao “ Pridefest ”.
Eles hospedam uma galeria de fotos do evento em seu site: http://www.riverfronttimes.com/slideshow/pridefest-2012-st-louis-part-2-37132532/
Makow comenta: Uma leitora relatou-me que acabou de voltar do Wallmart onde viu sacos e pilhas de “ Cinquenta Tons de Cinza ” para venda. Então chegou a isso. Pornografia à venda no Wallmart.
Prova do que Alex e Aldous Huxley dizem. 

Tradução: http://planetaprisao.wordpress.com/2012/07/04/tanques-e-subs-liberdade-sexual-reflete-a-escravidao/