sábado, 28 de maio de 2011

Ciência e Espiritualidade

Será que qualquer manifestação que não segue as leis da física deve ser desconsiderada e descartada?

O universo em seus extremos foge totalmente das nossas conhecidas leis da física, mas ao mesmo tempo são manifestações que não podem ser descartadas por cientistas.

Afinal de contas o que pode ser considerado como lógico? Cada vez que você adiciona uma dimensão a um determinado contexto, a presente lógica fica extrapolada. No entanto cientistas dizem que vivemos em um universo de 10 dimensões! Temos que ter cuidado ao deduzirmos que não existe mais nada alem daquilo que podemos ver, tocar e compreender.


 

 

 
Assista o resto desta palestra neste link: Ciência e Espiritualidade

terça-feira, 24 de maio de 2011

Falha Humana

Humanos falham, mas Deus nunca!


Harold Camping apareceu no domingo para enfrentar a mídia na frente de sua casa na Califórnia com a resposta: "Tem sido um fim de semana realmente difícil. Estou pasmo! "O presidente da Rádio Família está à procura de respostas relacionadas à sua previsão falhou, de que 21 de maio (18:00 em cada fuso horário), seria o início do Dia do Juízo e do arrebatamento.



Um líder Batista do Sul convocou Harold Camping a arrepender-se pela sua predição errônea do juízo final. Durante meses, os seguidores de Camping vêm alertando a todos e defensores têm se ocupado nas ruas distribuindo cartões de Dia do Julgamento. Outdoors como este abaixo foram exibidas em todo o país. Na verdade, Camping gastou quase US $ 140.000 de seu próprio dinheiro em centenas de outdoors anunciando um Dia do Juízo que não ocorreu.

Estou mais preocupado com os seguidores de Campinhg que fielmente serviram a Ele. Este é um exemplo do que acontece quando se tira os olhos de Jesus e concentra-se na sabedoria humana. Jesus disse aos Seus seguidores:
“Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai.” (Mat.24:36, Mar.13:32)

Estas palavras são claras e acreditar em qualquer outra coisa só levará ao desapontamento. Devemos manter os nossos irmãos e irmãs equivocados em nossas orações e espero que eles aprendam a obter a verdade espiritual da Palavra de Deus e não se desiludirem novamente no futuro pelo homem.

Mesmo que haja muitos exigindo uma desculpa pública, eu acho que é necessário que tenhamos uma atitude de perdão. Will Graham pregou sobre o fim dos tempos no domingo, afirmando: "O fim do mundo não aconteceu ontem, mas Jesus está voltando. Deus vai trazer o mundo ao seu término. O tempo chegará ao fim.” Após esta mensagem, mais de 300 pessoas decidiram fazer de Jesus seu Salvador pessoal. Em minha opinião, se existe uma boa notícia que pode vir a partir desses acontecimentos, seria essa.

Traduzido de http://www.affinity4.com/blog/?p=971

sábado, 21 de maio de 2011

A QUEDA DO CAPITALISMO E ASCENSÃO DO ISLÃ

Estes trechos são de artigos de 2009. Porem achei a sua informação muito alarmante. Precisamos ficar de olho nas metas do Islamismo e sua dispersão no mundo.  

"O Islã irá dominar o mundo"
Nações ocidentais abertas, tolerantes e generosas estão perdendo vantagem, avisa ex-mulçumana do Oriente Médio que hoje vive na America. 


Mulçumanos em países Árabes assim como nascidos e criados no oriente estão trabalhando intensamente para impor a lei Sharia, ou Lei Islâmica em países como Grã Bretanha e Estados Unidos, entre outros, afirma Nonie Darwish que viveu por 30 anos debaixo da lei Sharia no Egito. “Viver debaixo da Lei Islâmica de Sharia é viver na maior prisão de segurança máxima do mundo, e eu não quero ser encarcerada novamente”, escreve Darwish em seu livro Cruel and Usual Punishment: The Terrifying Global Implications of Islamic Law (Punição Cruel e Comum: As terríveis implicações da Lei Islâmica).


Para muitos no Ocidente, é difícil acreditar em punições e opressão extrema aos direitos das mulheres, e costumes matrimoniais injustos como podem ser vistos no Sharia e que ainda existem no século 21.
Mas de acordo com Darwish, ainda existem, e são aplicados em países estritos mulçumanos como na Arábia Saudita, Iran, Afeganistão, Líbia e no Sudão. Alguns estados no norte da Nigéria também que possuem cortes de Sharia, e recentemente na região noroeste de Paquistão permitiu-se decretar lei Sharia para acalmar terroristas.

As terríveis implicações da Lei Islâmica


No Oeste, o Canadá permitiu o julgamento familiar de Sharia de 1991 ate 2006, e a Grã Bretanha também permite a Sharia em uma escala limitada.


O direito das mulheres (ou a falta de)
Sob o sistema legal islâmico, as mulheres que não utilizarem o cocar em um ambiente público podem ser chicoteadas. Vítimas de estupro em determinadas circunstâncias, podem ser punidas, e adúlteras podem ser decapitadas.

Em seu livro, Darwish conta a história de uma mulher saudita, que foi estuprada por sete homens, mas que foi sentenciada pelo tribunal a flagelação, porque ela teria sido visto conversando com um homem que não era seu parente. Seus atacantes disseram que viram a violação como justificativa para estuprá-la e, o juiz concordou. Sob a lei islâmica, as mulheres não podem nem mesmo ter contato visual com homens que não são seus parentes.

As mulheres estão em desvantagem maior nos tribunais, porque o seu testemunho só conta como metade do valor de um homem.

Sharia é especialmente cruel quando se trata de casos de estupro. Para comprovar o estupro, o estuprador tem de confessar ou devem haver quatro testemunhas masculinas do estupro para depor a favor da vítima.

Darwish, uma ex-muçulmana que se tornou cristã após a vinda para a América, chama Sharia de "o sistema mais desumano, cruel e punitivo das leis praticado nos dias de hoje."

Leis Matrimoniais

Em seu livro, Darwish também escreve bastante arrespeito do contrato de casamento na sociedade muçulmana. Sob o Islã, um homem pode ter até quatro esposas. No contrato de casamento, há uma série de linhas com o título de mulher que um homem pode preencher com nomes diversos.

Mas a autora - que apareceu na CNN, MSNBC, Fox, Al-Arabiya, National Public Radio e na TV israelense - diz que "o privilegio sexual masculino mais chocante do Sharia é que eles estão autorizados a buscar satisfação sexual com crianças."

Não existe uma idade legal de casamento segundo a Sharia e uma menina pode ser dada em casamento tão jovem como com um ano de idade. Mas o casamento só pode ser legalmente consumado com uma menina quando ela atinge nove anos de idade.

Ayatollah Ruhollah Khomeini, o líder supremo do Irã, o grão-aiatolá xiita de 1979 a 1989, disse em um comunicado oficial, que aparece em seu livro, Tahrirolvasyleh:

"Um homem pode saciar seus desejos sexuais com uma criança tão jovem quanto um bebê. No entanto, ele não deve penetrar. Sodomizar o bebê é halal (permitido pela lei islâmica). Se o homem penetra e prejudica a criança, então ele deve ser responsável pela sua subsistência por toda a sua vida. Esta menina, no entanto, não conta como uma de suas quatro esposas permanentes ... É melhor que uma garota se case quando começa a menstruação, e na casa de seu marido ao invés de na casa de seu pai. Qualquer pai que se casar com sua filha tão jovem terá um lugar permanente no céu."

A QUEDA DO CAPITALISMO E ASCENSÃO DO ISLÃ

Um grupo de muçulmanos se reuniram em Chicago para protestar contra os males do capitalismo e promover a lei sharia. Manifestantes se reuniram para protestar contra o evento, chamado de "queda do capitalismo e ascensão do Islã", enquanto palestrantes do lado de dentro rejeitaram a própria Constituição que protege a liberdade de falar. Entretanto, o número de tribunais da sharia na Grã-Bretanha tem crescido, e nem todas as pessoas que usam esses tribunais são muçulmanos.



Hizb-ut Tahrir:
O grupo islâmico Hizb-ut Tahrir realizou um aconferência no salão de festas do Hilton em Ok Lawn, para culpar o capitalismo por grande parte do sofrimento na Terra, incluindo a Primeira e Segunda Guerra Mundial, a pobreza no mundo, a violência no Iraque e no Afeganistão, e o uso de drogas no interior da cidade.

HT não está na lista do governo dos EUA de grupos terroristas, e afirma ser dedicada à reforma não-violenta. As metas do grupo incluem a restauração do Califado da Turquia, que foi abolido em 1924, em favor das reformas ocidental. HT em última análise, quer ver a implementação mundial de lei sharia e controle do governo sobre as principais indústrias, a fim de curar os males econômicos e sociais das nações.

O orador principal, Abu Talha argumenta que os capitalistas são responsáveis ​​pela pobreza do mundo, a fome e a guerra. "É hora de entregar o mundo ao islamismo, uma idéia cujo tempo chegou", disse ele.

Sharia na Grã-Bretanha:
Tribunais da sharia já existem na Inglaterra. A Grã-Bretanha tem uma população muçulmana relativamente grande, e de acordo com a Lei de Arbitragem 1996, os tribunais islâmicos são juridicamente vinculativas com aqueles que se submetem voluntariamente à sua adjudicação.

Em Londres, a Sharia Islâmica do Conselho tem tomado decisões nos casos de divórcio a anos. O Tribunal Arbitral muçulmano (MAT) vem operando em Londres, Bradford, Birmingham, Manchester e Coventry para lidar com as divergências entre empresários e mesquitas. Cinco por cento daqueles que estão envolvidos em casos MAT não são muçulmanos, e observadores notam que há uma tendência gradual de aceitação da sharia na Grã-Bretanha.

A aceitação de crescimento lento da sharia é de grande preocupação para aqueles que amam a liberdade política e religiosa, para não mencionar os direitos das mulheres.

http://www.dakotavoice.com/2009/04/former-muslim-warns-west-about-threat-of-sharia-law/

Sugiro que aqueles que entendem inglês assistam a estas duas entrevistas com William J. Federer que fala a respeito do progresso do Islamismo nos dias de hoje. 
 
No Equality With Muslims from Gary Stearman on Vimeo.


2 Stages of Muslim Infiltration from Gary Stearman on Vimeo.



Ouvir
Ler foneticamente

Dicionário

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Mudando Paradigmas na Educação

Este animação foi adaptada de uma palestra dada na RSA por Sir Ken Robinson, um especialista em educação e criatividade de renome mundial e ganhador do Prêmio Benjamin Franklin da RSA .

OBS: Para acompanhar o video com LEGENDA em Português, clique na caixinha CC.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Brasil Sob Ameaça de Ditadura Gay



É urgente e imprescindível para a defesa da liberdade religiosa e de opinião no Brasil uma mobilização incisiva e abrangente, por parte de toda a sociedade, contra o avanço da agenda gayzista, que pretende calar a boca de qualquer cidadão que emita algum comentário contrário aos caprichos da militância gay e às práticas homossexuais.

A Comissão de Direitos Humanos (CDH) deve votar nesta quinta-feira (12) o substitutivo que a senadora Marta Suplicy (PT-SP) fez no PLC 122, projeto que tem como objetivo criminalizar toda opinião filosófica, médica, moral e religiosa contrária à relação sexual entre homens.

O texto substitutivo sugere poupar da criminalização apenas os discursos feitos dentro do templo de igrejas. Mas a concessão especial aos religiosos está causando revolta entre os ativistas homossexuais, que veem na concessão uma mutilação da lei.

A equipe de Marta Suplicy rebate tal argumento, indicando que discursos "homofóbicos", com exceção dos feitos em templos, "serão criminalizados" nas vias públicas, nos programas de televisão e rádio, nas revistas, jornais, etc.

O Projeto de Lei Complementar 122/2006 é de autoria da ex-deputada federal Iara Bernardi, do PT de São Paulo, e foi ardilosamente aprovado em 2006 na Câmara dos Deputados. Mas, desde que chegou ao Senado, tem enfrentado forte resistência da população, que tem feito contato com os senadores no sentido de não aprová-lo. O PLC 122 havia sido arquivado no começo deste ano, depois da derrota eleitoral de sua relatora, a ex-senadora Fátima Cleide, do PT de Rondônia, porém a senadora Marta Suplicy conseguiu desarquivá-lo e agora tenta avançar a lei que criminaliza a "homofobia".

Ativistas homossexuais acreditam que agora é o "grande" momento de se votar o PLC 122, por causa da aprovação por unanimidade das uniões estáveis para duplas gays pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Se o Congresso relutar e fizer com o PLC 122 o que fez com o projeto de parceria civil homossexual de Marta Suplicy que estava parado desde 1995, os militantes gays esperam que o STF novamente dê um "jeitinho".

O Pr. Silas Malafaia recentemente denunciou mais uma vez o PLC 122. Assista aqui ao vídeo:



O que você pode fazer?
Escreva uma mensagens a todos os senadores (cujos emails estão listados abaixo):

Sr. Senador, não aprove a PL 122/2006.   ou
Sr. Senador, rejeite a PL 122/2006. Em favor da família, em favor da liberdade de expressão, e abaixo a pedofilia.

acir@senador.gov.br
aecio.neves@senador.gov.br
aloysionunes.ferreira@senador.gov.br,
alvarodias@senador.gov.br
anibal.diniz@senador.gov.br
antoniocarlosvaladares@senador.gov.br,
benedito.lira@senador.gov.br
blairomaggi@senador.gov.br
casildomaldaner@senador.gov.br
cicero.lucena@senador.gov.br
ciro.nogueira@senador.gov.br
clesio.andrade@senador.gov.br
cristovam@senador.gov.br
cyro.miranda@senador.gov.br
delcidio.amaral@senador.gov.br
demostenes.torres@senador.gov
eduardo.amorim@senador.gov.br
eduardo.braga@senador.gov.br
eduardo.suplicy@senador.gov.br
ecafeteira@senador.gov.br
eunicio.oliveira@senador.gov
fernando.collor@senador.gov.br
flexaribeiro@senador.gov.br
francisco.dornelles@senador.gov.br,
garibaldi@senador.gov.br
gilvanborges@senador.gov.br
gim.argello@senador.gov.br
humberto.costa@senador.gov.br
inacioarruda@senador.gov.br
wellington.dias@senador.gov.br
wilson.santiago@senador.gov.br
valdir.raupp@senador.gov.br
vicentinhoalves@senador.gov.br
pinheiro@senador.gov.br
waldemir.moka@senador.gov.br
vitalrego@senador.gov.br
itamar.franco@senador.gov.br
ivo.cassol@senador.gov.br
jarbas.vasconcelos@senador.gov.br
jayme.campos@senador.gov.br
joao.alberto@senador.gov.br
joaodurval@senador.gov.br
joaopedro@senador.gov.br
joaoribeiro@senador.gov.br
j.v.claudino@senador.gov.br
jorge.viana@senador.gov.br
jose.agripino@senador.gov.br
gab.josepimentel@senador.gov
sarney@senador.gov.br
lindbergh.farias@senador.gov
lobaofilho@senador.gov.br
luizhenrique@senador.gov.br
mario.couto@senador.gov.br
mozarildo@senador.gov.br
paulobauer@senador.gov.br
paulodavim@senador.gov.br
paulopaim@senador.gov.br
simon@senador.gov.br
pedrotaques@senador.gov.br
randolfe.rodrigues@senador.gov.br,
renan.calheiros@senador.gov.br
ricardoferraco@senador.gov.br
roberto.requiao@senador.gov.br
rodrigo.rollemberg@senador.gov.br,
romero.juca@senador.gov.br
ana.amelia@senadora.gov.br
ana.rita@senadora.gov.br
angela.portela@senadora.gov.br
katia.abreu@senadora.gov.br
lucia.vania@senadora.gov.br
maria.carmo@senadora.gov.br
marisa.serrano@senadora.gov.br
marta.suplicy@senadora.gov.br

domingo, 8 de maio de 2011

OVNIs São Reais e os EUA Têm Armas para Usar Contra os Extra-terrestres

Paul Hellyer - Ex- Ministro da Defesa Canadense
Paul Hellyer, o ex-Ministro de Defesa do Canadá, diz que os OVNIs são reais, que os militares dos EUA têm armas para usar contra os Extra-terrestres e que os alienígenas podem nos ajudar a aprender sobre as mudanças climáticas. Ele acrescenta que provavelmente seria demitido por causa de suas opiniões se ele ainda fosse o Ministro da Defesa do Canadá, mas está convencido de que ele mesmo viu UFOs, segundo relatos no Daily Mail e da AOL News.

Hellyer disse: “a realidade é que eles (os alienígenas) vêm visitando a terra por décadas, provavelmente milênios, e  eles contribuíram consideravelmente para o nosso conhecimento.

Ele diz que os OVNIs não são o maior segredo do mundo, e que o maior segredo, segundo ele é como um “punhado de banqueiros” enganaram os políticos por todo o último século para assumir o controle das moedas do mundo, criando um monopólio sobre a impressão de dinheiro. Ele acrescenta que os banqueiros são “muito inteligente” ao financiar os políticos e agora controlam todo o processo político.

Sr. Hellyer apresentou sua opinião sobre UFOs esta semana no Congresso Internacional de Ufologia, em Scottsdale, no Arizona, e diz que está ‘convencido’ de sua existência.

Hellyer disse que UFOs inadvertidamente já causaram acidentes de aviões militares. As falhas foram causadas quando os jatos se aproximaram muito das naves extraterrestres e os campos de energia que as impulsionam fizeram com que os aviões militares falhassem. Ele também disse que alguns alienígenas estão ajudando os EUA a desenvolver armas.



Confiáveis fontes políticas e científicas com quem Hellyer tem conversado sugeriram que os Estados Unidos desenvolveram novas formas de energia em instalações ultra-secretas, utilizando tecnologia supostamente extra-terrestre, segundo o escritor da AOL Lee Speigel.

Em seu livro “Luz no fim do túnel: um plano de sobrevivência para a espécie humana“, Hellyer afirma que um “governo sombra” americano está por trás desta atividade.

Hellyer é membro de um órgão que presta consultoria para da Rainha da Inglaterra, é um ativista ambiental e tem em seu currículo ter promovido a integração das forças armadas do Canadá. Mas além de tudo isso, o ex-ministro da Defesa canadense disse que os OVNIs são reais, extra-terrestres já visitaram a Terra e o governo dos EUA está encobrindo informações sobre eles.

Theodore Paul Hellyer, nascido em 6 de agosto de 1923, é um político e comentarista canadense, que teve uma carreira longa e variada. Ele é o membro mais antigo em exercício do Conselho Privado da Rainha para o Canadá, logo à frente do príncipe Philip.

roadside paranormal 4 Ex Ministro de Defesa do Canadá: OVNIs São Reais e os Militares dos EUA Têm Armas para Usar Contra os Extra terrestres
Pista de Pouso para OVNIS em Alberta/Canadá

Em 03 de junho de 1960, Paul Hellyer voou de helicóptero para inaugurar oficialmente uma pista para objetos voadores não identificados em St. Paul, Alberta. A cidade havia construído a pista como o seu projeto canadense comemoração do centenário, e como um símbolo para manter espaço livre de guerra humana. O sinal ao lado da pista se lê:
A área sob a Primeira Pista do Mundo para OVNIs foi designado como internacional pela Câmara Municipal de Saint Paul como um símbolo da nossa fé de que a humanidade vai manter o universo exterior livre de guerras e conflitos nacionais. Que futuras viagens no espaço sejam seguras para todos os seres intergalácticos, e que todos os visitantes a partir de terra ou de outros lugares sejam bem-vindos a este território e a Cidade de St. Paul.
Ao longo de sua vida, Hellyer foi contra o armamento do espaço. Ele apoia o Tratado de Preservação do Espaço que proíbe armas no espaço.

No início de setembro de 2005, Hellyer apareceu nas manchetes por anunciar publicamente que acredita em OVNIs. Em 25 de setembro de 2005, ele era um orador convidado numa conferência de exo-política em Toronto, onde ele disse à platéia que tinha visto um OVNI uma noite com sua falecida esposa e alguns amigos. Ele disse que, apesar de não ter levado muito a sério a experiência na época, ele manteve a mente aberta para o assunto. Ele disse que começou a levar a questão muito mais a sério depois de assistir o especial sobre UFOs de Peter Jennings na ABC em fevereiro de 2005.


Em 2010, Hellyer acusou Stephen Hawking de espalhar informações falsas sobre as ameaças de extra-terrestres. Hawking alertou a humanidade contra o contato com alienígenas. Segundo Hawking, se os seres humanos tentarem contactar estrangeiros, eles poderão nos invadir e tirar nossos recursos mais importantes. Hawking também havia dito que, embora a maioria de vida extra-terrestre pode ser apenas na forma de pequenos animais, poderia também existir seres “nômades, buscando conquistar e colonizar” outros planetas. Hellyer disse à imprensa canadense que “A realidade é que eles (os alienígenas) têm visitado a terra pos décadas e provavelmente milênios e provavelmente contribuíram consideravelmente para o nosso conhecimento.

Culpando Hawking por assustar a humanidade sobre os alienígenas, Hellyer disse: “Ele (Hawking)  entrou em um discurso bastante assustador que eu não esperava vir de alguém em sua posição.

Fontes:
Blog; Anti Nova Ordem Mundial