quinta-feira, 17 de março de 2011

Povos da Terra: Preparem-se para o desastre econômico

"Não estamos afundando não, apenas fazendo uma revisão descendente"

Não é  os Estados Unidos, que anda rumo ao colapso econômico. A verdade é que o mundo inteiro está caminhando em rumo a um colapso econômico maciço e os povos da terra precisam ser alertados a respeito do desastre econômico que vai varrer o mundo. O sistema financeiro mundial atual é baseado em dívida, e existem sinais alarmantes indicando que a bolha gigantesca da dívida global está prestes a explodir. Além disso, os preços globais dos principais recursos dos quais as principais economias do planeta dependem estão subindo muito rapidamente. Apesar de toda a nossa tecnologia  avançada, a verdade é que a civilização humana simplesmente não funciona sem petróleo e alimentos. Mas agora o preço do petróleo e o preço dos alimentos estão aumentando dramaticamente. Então, como é que a atual economia global deve continuar funcionando corretamente, se a remessa de produtos entre os continentes logo chegar a um custo muito maior do que o valor presente? Como é que os bilhões de pessoas que estão apenas sobrevivendo hoje poderão se alimentar, se o preço dos alimentos subir mais 30 ou 40 por cento? Durante décadas, a maioria das principais economias ao redor do globo têm tido por certo que os montantes enormes de petróleo barato e as grandes quantias de alimento barato sempre estarão garantidos. Então o que acontecera quando essa mudança de paradigma ocorrer?

Na última verificação, o preço do petróleo nos EUA foi superior a 104 dólares o barril e o preço do petróleo tipo Brent estava acima de 115 dólares o barril. Muitos analistas temem que, se a crise se agravar na Líbia ou se o caos no Oriente Médio se alastrar,talvez chegaremos a ver o recorde de todos os tempos de 147 dólares o barril sendo quebrado até o final do ano. Isso seria absolutamente desastroso para a economia global. Mas não é apenas o caos no Oriente Médio, que está impulsionando os preços do petróleo. A verdade é que o preço do petróleo tem escalado por meses. As recentes revoluções no Oriente Médio têm apenas acelerado esta tendência. (Uma verdadeira revolução na Arábia Saudita levaria os preços do petróleo a uma escala sem precedentes.)

Mas mesmo sem contar com todos os problemas no Oriente Médio, o mundo já estava caminhando rumo a crise do petróleo. A demanda global por petróleo está crescendo num um ritmo muito vigoroso. Por exemplo, a demanda chinesa de petróleo no ano passado aumentou em quase 1 milhão de barris por dia. Isso é absolutamente incrível. Os chineses estão comprando a cada ano, mais carros novos do que os americanos, e a demanda chinesa por petróleo por esta razão só vai continuar aumentado. Muitas medidas poderiam ser tomadas para aumentar a oferta mundial de petróleo, mas até agora os nossos políticos e os executivos das grande empresas de petróleo  estão apenas observando. Eles parecem gostar do aumento do valor do petróleo, por agora, parece que os preços do petróleo continuarão a subir e isso vai resultar em preços muito mais elevados. A ABC News está relatando que a gasolina sem chumbo regular está indo para 5,29 dólares um galão em um posto de gasolina em Orlando, Flórida.

A economia dos EUA em particular, é vulnerável ao preço do petróleo porque seu sistema económico é concebido em torno de gasolina barata. Se o preço do gás sobir para 5 ou 6 dólares por galão e ele permanecer causará um efeito catastrófico sobre a economia. Basta lembrar o que aconteceu em 2008. O preço do petróleo bateu um recorde histórico de US $ 147 o barril e, em seguida, alguns meses depois, todo o sistema financeiro teve um grande colapso. Bem, como o preço do petróleo subindo ele vai criar uma série de desequilíbrios no sistema financeiro mundial mais uma vez. Esta é definitivamente uma situação do qual todos nós devemos prestar atenção. Mas não é apenas o preço do petróleo que poderia causar uma catástrofe econômica mundial. O preço global dos alimentos poderia ser ainda mais preocupante. Enquanto você lê isto, há cerca de 3 bilhões de pessoas ao redor do mundo que vivem com o equivalente a 2 dólares por dia ou menos. Essas pessoas não poderão pagar os preços dos alimentos se subir em demaisa. Mas os preços globais dos alimentos estão subindo. Segundo as Nações Unidas, o preço global dos alimentos tem aumentado por oito meses consecutivos. No mês passado, o preço global dos alimentos estabeleceu um novo recorde histórico de alta. Muitos estão começando a temer que poderíamos estar nos estágios iniciais de uma crise alimentar global.

O preço de praticamente todas as principais comodidades agrícolas tem sido tido um aumento absurdo durante o ano passado ....

* O preço do milho dobrou nos últimos seis meses.

* O preço do trigo mais que dobrou em relação ao ano passado.

* O preço da soja subiu cerca de 50% desde junho do ano passado.

* O preço do algodão mais que dobrou em relação ao ano passado.

* O preço do suco de laranja dobrou desde 2009.

* O preço do açúcar é o mais alto em 30 anos.

Infelizmente, a produção de alimentos em muitos países ao redor do mundo é altamente dependente do petróleo, então a medida que o petróleo subir de preço a crise alimenticia ficará pior.

Segura firme pessoal!



Nenhum comentário:

Postar um comentário